Qual a ordem ideal da montagem dos exercícios de musculação?
5 de abril de 2017
A Suplementação de proteínas é realmente necessária?
7 de abril de 2017
Exibir tudo

O excesso de treino é um problema que a equipe da personal trainer online sempre encontra em novos alunos. É um fato cientifico que o número de séries usado em uma sessão de exercícios está diretamente relacionado aos resultados do treinamento.

Normalmente, três a seis séries são usadas para alcançar ganhos ótimos em força quando se usa um programa para o corpo todo. Mas programas divididos por grupos musculares usam outras propostas de volume.

Uma ou múltiplas séries

Tem sido sugerido que os sistemas de múltiplas séries funcionam melhor para o desenvolvimento de força e resistência muscular localizada e que os ganhos serão conseguidos em uma velocidade maior do que os conseguidos através dos sistemas de série única.

A importância do volume de exercício de força (nº séries X séries X repetições) para os ganhos de força e especi­almente para os ganhos em tamanho do músculo durante as fases iniciais de um programa foi demonstrada em programas de treinamento de longa duração.

O uso de uma série única de um exercício é eficaz para indivíduos destreinados ou iniciando um programa de trei­namento de força. Programas de série única podem também ser usados para programas de manutenção.

As mudanças em força muscular não são diferentes entre uma, duas ou três séries de 10 a 12 RM durante os primeiros vários meses de treinamento com indivíduos destreinados quando os programas não são periodizados (Graves et al., 1988).

Vantagem para múltiplas séries

Quando um programa de série única é comparado com um programa periodizado de séries múltiplas, no entanto, resultados significativamente superiores são observados com esse último. Em atletas treinados em um grau mais alto, os ganhos em força não são alcançados com programas de treinamento de série única com volumes baixos

Por esta razão, o uso de uma ou duas séries de um exercício pode ser mais apropriado para iniciantes nos primeiros estágios de um programa de base (primeiros seis a 12 trei­nos), para protocolos de treinamento de circuito de pesos ou para programas de curta duração para atletas durante a temporada.

É importante notar que programas de baixos volumes (série única) podem aumentar a força em indivíduos não-treinados, mas adaptações fisiológicas mais complexas (por exemplo, hipertrofia além das mudanças iniciais) e aumentos de desempenho podem requerer volumes maiores de treinamento para resultados ótimos.

Séries múltiplas de um exercício apresentam um estímulo de treinamento para o músculo durante cada série. Uma vez que o condicionamento físico inicial tenha sido atingido, múltiplas apresentações do estímulo (três a seis séries) usando a carga desejada com períodos específicos de descanso entre as séries são superiores a uma apresentação única do estímulo.

Qual o volume ideal

Volume de exercício (séries X repetições X intensidade) é um conceito vital em progressão de treinamento. O volume de exercício é especialmente importante para indivíduos que já alcançaram um nível básico de treinamento de condiciona­mento físico ou força.

A interação do número de séries com a variação no treinamento, ou mais especificamente treina­mento periodizado, também pode ajudar a aumentar as adap­tações ao treinamento. As mudanças de volume no decorrer do tempo são importantes para a mudança do estímulo de exercício no treinamento periodizado.

Um programa de volume constante pode levar ao cansaço ou falta de motiva­ção para o treinamento. Então é prudente usar um volume de no máximo 15 séries para grupos musculares grandes por semana e 8 para grupos pequenos

Conclusão

Espero que esse post tenha ajudado, e se precisar de ajuda nos seu programas de treino, contrate nossa consultoria online que nossa equipe está preparada para te ajudar a conquistar seu objetivos.

Rodrigo Ramos
Rodrigo Ramos
Sou Graduado em Educação física e Pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Reabilitação Cardíaca. Atuei por mais de 10 anos na Reabilitação Cardíaca e no ensino superior ministrando aulas na Graduação e Pós Graduação nas disciplinas de fisiologia do exercício, treinamento desportivo e avaliação das capacidades física. Trabalho como personal trainer a mais de 15 anos na cidade de Santos, em 2012 fundei o site wwwmusculacaoonline.com.br para oferecer um serviço de personal trainer com suporte online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *