Sedentarismo e suas consequências. Como prevenir essa praga?
29 de maio de 2018
Receitas de sucos saudáveis para emagrecer
31 de maio de 2018

There is no ads to display, Please add some

Nesse artigo vamos apresentar 4 falhas clássicas que acontecem no treino de musculação com objetivo no ganho de massa magra. Antes de culpar a mãe por não estar cozinhando apropriada­mente o seu peito de frango ou o dono da academia, onde você trei­na, pelo seu insucesso, é bom analisar primeiro os erros mais co­muns cometidos por culturistas.


There is no ads to display, Please add some

Quem estudou o livro atenciosamente não encontrará nada de novo no que comentaremos a seguir, servindo então o que segue apenas como recordação. Mas, se você se surpreender com algo neste item, é bom ler tudo de novo e se fundamentar melhor.

Comer porcaria

O alimento é a base do sucesso para aqueles que querem ganhar volume, definição, força ou qualquer outra qualidade física. Não só proteína é importante como tendem a pensar al­guns culturistas, mas principalmente uma alimentação equili­brada com inclusão de todos os grupos alimentares e a mais natural possível. Não são, também, complementos caros que baseiam o físico de um campeão. Eles apenas auxiliam e, às vezes, tomam a vida mais cômoda para aqueles menos afeitos à cozinha. Não há quase nada que um complemento alimentar possa fazer que o alimento natural não faça.

Não se esqueça que todas as refeições são importantes, po­rém, a mais anabólica é a refeição pós-treino (15min – 60min após) quando o organismo tem uma capacidade excepcional de absorver os nutrientes.

Não ter uma suplementação adequada

Por mais equilibrada que seja a sua alimentação diária, exis­tem alguns complementos que muito dificilmente são absorvi­dos através da alimentação natural nas quantidades necessárias para nós culturistas.

Estes são substâncias muito importantes e devem estar presentes diariamente na nossa alimentação. São as vitaminas C (1000-3000 mg por dia) e B6 (0.02 mg por gra­ma de proteína ingerida). Além disso recomendamos um com­plexo polivitamínico e mineral só para garantir a presença no organismo de todo o “espectro” necessário destas substâncias.

Garanta, também, a ingestão de EFAs, mas, se você já estiver garantindo a inclusão semanal de peixe na sua dieta, o proble­ma estará sanado. O “evening primrose oil” pode ser boa opção para aqueles que utilizam esteróides muito androgênicos.

 

Realizar o treino de forma inadequada

O exercício físico é o agente mais anabólico que existe. Sabendo disso, muitas vezes intuitivamente, atletas menos ex­perientes sofrem sintomas de excesso de treinamento.

É o que vemos com freqüência. São aqueles atletas que querem levar o seu físico ao extremo e acabam por ultrapassar este limite, muitas vezes em anos luz. Como conseqüência, ao invés de aumentar o seu físico, estabilizam-no ou até acabam por dimi­nuí-lo.

Existe também o atleta preguiçoso. Este aparece na acade­mia uma vez por mês e ainda não sabe porque não está cres­cendo.

Cada atleta deve encontrar o volume e a intensidade que melhor funciona para si. Isto é algo muito individual, apesar de que existe uma fórmula que vem funcionando para a maioria de nós mortais. Não se esqueça de controlar o peso na fase negati­va do movimento!

Usar drogas anabólicas

A auto-medicação já é um problema enraizado na musculação, o que, em si, demanda um sério processo de conscientização. Em se tratando do uso de drogas relacionadas com o culturismo, tais como os esteroides anabólicos, GH, in­sulina, diuréticos e outros, o problema pode alcançar dimen­sões alarmantes e causar sérios riscos à saúde.

Dosagens elevadas de esteroides anabólicos provavelmen­te causarão efeitos colaterais, o que a princípio, não matará nin­guém a curto prazo (os efeitos a longo prazo ainda não são co­nhecidos), mas drogas como a insulina e diuréticos podem ma­tar o usuário mais rápido do que um sprint do Ben Johnson.

Desta forma, se você presa o futuro de sua saúde, procure orientação médica antes de administrar qualquer medicamento. Este será encarregado de prescrever a dosagem, ajustar ou in­terromper a mesma.

Conclusão

Este é um aspecto intrínseco que vem de dentro para fora e que não se pode comprar na farmácia. Informação é poder, mas se você não tiver o entusiasmo para utilizá-lo, este poder em muito pouco irá ajudá-lo.

E o mesmo que ter uma Lotus, apenas para dirigir dentro dos limites legais de velocidade no centro de São Paulo na hora do “rush”.

Certas coisas nos são dadas de graça pela mãe natureza, como o seu potencial genético; outras ocorrem por sorte, como acertar na Sena, ou por coincidência, como o encontro de uma alma gêmea, mas motivação só depende de você.

Focalize o seu objetivo, memorize a sua imagem corporal como ela é hoje e o físico que você deseja. Não importa que seja um físico atlé­tico definido e bem proporcional ou a gigantesca imagem cor­poral de um Mister Olympia.

Leia mais


There is no ads to display, Please add some
Rodrigo Ramos
Rodrigo Ramos
Sou Graduado em Educação física e Pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Reabilitação Cardíaca. Atuei por mais de 10 anos na Reabilitação Cardíaca e no ensino superior ministrando aulas na Graduação e Pós Graduação nas disciplinas de fisiologia do exercício, treinamento desportivo e avaliação das capacidades física. Trabalho como personal trainer a mais de 15 anos na cidade de Santos, em 2012 fundei o site wwwmusculacaoonline.com.br para oferecer um serviço de personal trainer com suporte online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *