Calculo do gasto energético para perder peso
22 de janeiro de 2018
Quantas gramas de proteína você precisa para ganhar massa muscular?
23 de janeiro de 2018

Os benefícios para o Coração Com Personal Trainer Online.Treino com o apoio de um personal trainer online pode trazer grandes benefícios. Nesse artigo vamos explicar como o treino aeróbio vai reduzir o risco das doenças cardiovasculares e aumentar seu vigor físico.

É importante não apenas para manter o sistema cardio­vascular em ótima forma a partir de uma perspectiva de desempenho, mas implicações de saúde com relação ao treinamento aeróbico também se assomam de forma importante.

Os Benefícios para o Coração 

  • Um coração mais forte e mais saudável.
  • HDL aumentado. Esse colesterol “bom” ajuda a manter as artérias desobstruídas e saudáveis.
  • Colesterol total diminuído. Esse é o “entulho” no sangue que pode obstruir as arté­rias.
  • Pressão arterial reduzida. Até mesmo o exercício moderado pode ajudar.
  • Risco reduzido de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.
  • Gordura corporal diminuída e uma capacidade de ajudar a manter seu peso desejá­vel. Você se tomará um melhor queimador de gordura e queimará uma grande quan­tidade de calorias a cada sessão.
  • Risco diminuído de diabete.
  • Sentimentos de ansiedade, tensão e depressão reduzidos. Quando esses sentimentos estiverem presentes na sua vida, procure a cura pelo exercício.
  • Melhor qualidade de sono. Quando você treina duro, necessita de um bom descan­so.
  • Níveis mais altos de energia. Distribuição e utilização eficazes de sangue e oxigê­nio são o segredo para vigor e desempenho aumentados.

Como funciona a produção de energia

Benefícios cardiovasculares com o personal trainer onlineO sistema cardiorrespiratório é uma rede de transporte no corpo. Cardio refere-se ao coração e a sua força de bombeamento que circula o sangue por meio de uma rede impressionante de vasos sanguíneos. Respiratório refere-se aos pulmões e à troca de gases. Oxigênio e dióxi­do de carbono são dois importantes gases trocados nos pulmões, bem como nas células do corpo.

O sistema cardiovascular consiste de:

  • Coração
  • Pulmões
  • Artérias (que transportam san­gue carregado de oxigênio do coração para todo o corpo)
  • Capilares (que trocam gases, nutrientes e subprodutos entre a corrente sangüínea e as células)
  • Veias (que transportam o sangue pobre em oxigênio de volta para o coração).

Um objetivo importante do sistema cardiovascular é distribuir oxigênio para os vários tecidos do corpo, tanto em repouso como durante um grande espectro de intensidades de exercício, de nível baixo para alto.

O ácido lático

  • Além disso, o sangue transporta ácido lático para o fígado, onde é metabolizado (oxidado), quando oxigênio suficiente está disponível e utilizado para energia. O ácido lático não é um produto residual. Sua produção em níveis de intensidade mais alta (como quando se está realizando um treinamento intervalado ou se exercitando além da “intensidade preferida” ou zona de conforto) permite-lhe exercitar-se em níveis mais inten­sos que podem ser sustentados com metabolismo aeróbico.
  • Durante a recuperação, ou quan­do a atividade é diminuída, oxigênio suficiente fica disponível novamente, e o ácido lático é oxidado (destruído) e eventualmente utilizado como uma fonte de energia.

Energia para Condicionamento Cardiovascular

sistemas de produção energia Benefícios cardiovasculares com o personal trainer onlinePense no seu corpo como uma fábrica. Ele processa diferentes matérias-primas para fabri­car seu produto final, que é a energia (ATP). A energia é utilizada por cada célula do corpo, incluindo os músculos (células musculares).

Oxigênio, carboidratos (açúcar e amidos), gor­dura e proteína são as matérias-primas disponíveis para o seu corpo num suprimento virtu­almente ilimitado para criar ATP ou energia para o movimento.

Produção de energia celular

Para entender como uma célula muscular produz energia para esforço cardiovascular, é importante ver os três principais sistemas de energia do corpo (dois anaeróbicos e um aeró­bico) como complementos um do outro.

  • Aeróbico significa “com oxigênio”. A energia é produzida aerobicamente enquanto oxi­gênio suficiente for suprido para os músculos em exercício pelo sistema cardiovascular. Mesmo quando o sistema cardiovascular é incapaz de suprir oxigênio suficiente, os múscu­los ainda podem produzir energia por meio de um processo anaeróbico chamado metabolis­mo anaeróbico.

Essa energia armazenada nos músculos do corpo é utilizada para o esforço muscular exaustivo que dure aproximadamente 10 segundos. ATP e CP são quebradas para liberar energia para esses esforços vigorosos, mas devem ser reunidas pela produção aeróbica de energia.

No exercício intenso de curta duração (uma corrida de 100 metros um treinamen­to de força em que você cansa após cerca de 6 a 20 repetições, ou uma subida rápida de uma colina), a energia é predominantemente derivada dos depósitos já presentes de ATP e CP intramusculares (armazenados no músculo), utilizando os sistemas anaeróbicos de energia de curta duração mencionados anteriormente.

A gordura somente pode ser queimada aerobicamente, e os subprodutos do sistema aeróbico – dióxido de carbono e água – não levam à fadiga muscular rápida. Por outro lado, queimar glicose anaerobicamente permite-lhe traba­lhar num nível de intensidade por um curto período de tempo que você não poderia susten­tar aerobicamente, mas leva à formação de ácido lático e à fadiga rápida. Treinar aerobica­mente também irá tomá-lo um queimador de gordura eficaz. O exercício aeróbico ou anaeróbico não é bom nem ruim.

Que tipo de exercício cardio­vascular é adequado a suas necessidades e metas de exercício? Ambos!

Quanto mais apto fisicamente você for – isso significa treinar tanto o sistema de energia aeróbico como o anaeróbico —, mais capaz será seu sistema cardiovascular de distribuir e usar oxigênio adequado para manter a produção de energia em níveis de intensidade pro­gressivamente mais altos.

Essa adaptação de treinamento resulta em você ser capaz de tole­rar confortavelmente níveis de esforço mais altos por determinado período de tempo. Isso maximiza os benefícios de treinamento e as calorias gastas.

Alterando o Espectro de Energia

À medida que a intensidade de exercício aumenta do repouso para a caminhada e dessa para a corrida de 6 minutos por milha, a demanda de oxigênio continua aumentando.

Toma- se mais do que um desafio para o sistema cardiovascular obter oxigênio suficiente para os músculos que estão trabalhando. E as células musculares, a menos que sejam treinadas para fazê-lo, podem não ser capazes de extrair o oxigênio que está sendo bombeado do cora­ção e distribuído via vasos e sangue à medida que a intensidade do exercício aumenta.

Você sentiu essa mudança quan­do forçou o ritmo aeróbico – os músculos começaram a esquentar, a respiração veio em arfadas curtas, e você soube que teria de diminuir o ritmo se quisesse continuar por muito mais tempo.

A intensidade em que os músculos não conseguem mais oxigênio suficiente (estão conseguindo um pouco) para produzir energia predominantemente pelo metabolismo aeróbico é comumente referida como limiar anaeróbico.

  • As vezes, utilizo esse fato para motivar meus clientes que “querem apenas treinar forte” ou reclamam que estão envolvidos em esportes anaeróbicos;
  • Explico que seus esforços de força anaeróbica, ou suas corridas curtas e rápidas, podem ser intensificados pela recuperação mais eficaz e mais rápida como um resultado do condicionamento aeróbico.

Conclusão

Qualquer atividade que possa ser realizada num ritmo aeróbico também pode ser conduzida num nível de inten­sidade anaeróbico. À medida que você fica mais apto fisicamente, tiros de intensidade aumentada acima do confortável podem ser apropriados. Isso se chama treinamento intervalado ou anaeróbico.


Leia mais

Rodrigo Ramos
Rodrigo Ramos
Sou Personal Trainer, especialista em programas de hipertrofia e definição muscular. Se tiver alguma dúvida CLICA NO ÍCONE DO WHATSAPP no canto inferior DIREITO da tela OU na imagem no meio do POST para falar diretamente comigo! Boa leitura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?